sábado, 30 de abril de 2016

Aninha Damázio

Aninha Damázio, mora em Piabetá, é cabeleireira
Iniciante  no meio Plus Size, é apaixonada pelo Glamour
e sonha em brilhar de modo exuberante, e ganhar muito dinheiro.






Conheça a moda africana e inspire-se num estilo exótico

Por: Redação Doutíssima em 
Colorida, alegre, étnica e tendência absoluta nas fashion weeks, a moda africana encanta com seus grafismos e estampados exuberantes, remete  aos tambores que clamam por liberdade e seduz pela sensualidade latente dos shapes cheios de amarrações. Mas como tudo no universo da beleza, a moda africana também se adapta aos principais caminhos internacionais sem, no entanto, perder o seu estilo. Veja aqui algumas dicas de como combinar as principais peças. Saiba também um pouco mais sobre como surgiu a moda que ultrapassa as fronteiras continentais há tantos anos.

Das aldeias para as passarelas: como surgiu a moda africana


Claro que todo mundo já ouviu falar da África, sua batida inconfundível, sua dança, seus animais e suas plantas. Pois foi das inúmeras sementes da flora africana, que as tribos começaram a extrair os corantes que dariam às roupas as cores que refletiam toda a exuberância da natureza. Da necessidade de proteger a cabeça do sol causticante vieram os turbantes, da praticidade na vida diária nasceram as amarrações de saias e blusas. Da vaidade, surgiram os grandes adornos, reflexo da personalidade marcante de um povo orgulhoso de sua cultura. Ao longo do tempo, esse jeito muito especial de se vestir e mostrar ao mundo suas raízes foram conquistando cada vez mais pessoas, encantando estilistas e ganhando novas formas sem, contudo, perder sua identidade. Foi apenas em 2009, no entanto, que surgiu a primeira semana de moda africana, a África Fashion Week, reunindo diversos eventos menores que pontuavam o continente e tomaram parte do cenário fashion mundial.

Misture padrões sem se atrapalhar

A mistura de estampas é uma das grandes características da moda africana, mas não basta sair misturando tudo de qualquer maneira. Para não dar uma de Agostinho Carrara, da global Grande Família, é preciso entender que há uma harmonia instintiva no que parece um caos de cores e padrões. Basicamente, a moda africana trabalha com cores fortes e também complementares, cores que são opostas entre si no espectro do prisma e que, por isso mesmo, criam um efeito visual agradável quando colocadas de maneira justaposta. Assim, tons de azul com de amarelo, por exemplo, criam elementos com vermelhos e pretos, brancos e verdes. Outra boa dica é procurar estampas que tenham uma cor em comum, vibrante, ou um fundo em comum, mais neutro. Os tons terrosos são outra característica da moda africana. Use-os sem parcimônia, combinados entre si, ou com cores fortes, como amarelo, verde, laranja e preto.

A moda das celebridades

Texturas, cores e formas. A moda africana é uma verdadeira celebração da vida e como tal deve ser encarada. A melhor dica para quem quer embarcar nessa aventura é não ter medo e prestar atenção em alguns detalhes para não errar. Uma coisas boa é que essa moda pode ser usada em praticamente qualquer ocasião. Como é étnica, vai bem em ambientes informais – como festas e passeios – e também em ocasiões formais. Engana-se quem pensa que a moda africana é apenas exagero. Na verdade ela é uma mistura de muito bom gosto com pitadas bem espalhadas de ousadia – coisa que celebridades como Rihana, Halle Barry, Beyoncé e as nossas Tais Araújo, Negra Lee e Ruth de Souza sabem fazer muito bem. Se você quer aderir à moda mas tem medo de ficar over, não há problema: invista em peças combinadas com tons neutros, como uma saia estampada com blusa branca, base neutra com acessórios africanos ou mesmo blusas geométricas com jeans. Na dúvida de como combinar, pense que bastam algumas peças para compor um visual atual e urbano, que pode ser usado tanto no ambiente de trabalho como na esticada da happy hour, por exemplo. Lembre-se: uma das grandes vantagens da moda africana é justamente a sua versatilidade, podendo ser adaptada ao seu estilo. Leve mais cor para o seu guarda-roupa e se deixe envolver pela alegria da África


NA BECA: CONFIRA INSPIRAÇÕES DE MODA AFRO MASCULINA PARA FESTAS

NA BECA: CONFIRA INSPIRAÇÕES DE MODA AFRO MASCULINA PARA FESTAS


A África é sempre associada ao “exótico”, com uma visão carnavalesca e estereotipada, sempre representada pelo olhar eurocêntricoA moda africana vai muito além de inspirações de safári e estampas lindamente coloridas, que tanto nos encantam. Existe também um continente clássico e elegante, que foge do explorado tribalismo, que tanto vemos por aí, como é o caso dos Sapeurs, “os Dandis do Congo”, que já falamos por aqui. Eles são homens elegantes, que valorizam peças com caimento e corte perfeito, mas sem deixar de lado as cores e estampas de suas capulanas. São verdadeiras inspirações para o homem contemporâneo:




A visão desse negro elegante e clássico é algo ainda recentee pouco retratada nas mídias e no street style. O clipe “Classic Man”, do cantorJidenna, explora esse universo “classy” do homem afro-americano:



Alguns estilistas como a francesa Laurence Airline e o estilista nigeriano Walé Oyéjidé, da marca masculina Ikiré Jones, e Ozwald Boatengtrazem da África todo um mix de alfaiataria e estampas exuberantes, que preenchem nossos olhos e mostram que a moda masculina pode ser muito menos careta do que o que temos visto ultimamente.






Se você, assim como nós, é apaixonado por toda essa elegância afro e quer se inspirar, separamos algumas dicas preciosas para você usar e ousar sem medo!
  • Quem disse que não vale apostar num paletó estampado para ocasiões mais formais como um casamento? Seja você o noivo, o convidado para uma festa daquelas ou em um traje de gala para uma grande premiação, o grande segredo é combiná-lo com uma calça mais lisa, de tonalidade mais escura, quando não for uma peça coordenada.




Para os mais discretos, vale apostar numa gravata, lenço ou cachecol com estampa afro. Uma forma sutil, mas não menos bacana de inserir um pouquinho de África em suas produções mais formais.


sexta-feira, 29 de abril de 2016

Vote em Maria Gabriela Dias - Musa do Brasileirão


《Gabi Dias》 CANDIDATA A MUSA DO BRASILEIRÃO 2016


REPRESENTANDO O FLAMENGO.



■ Conto com o apoio de todos votação será aberta em 13/06/2016!

Meu Facebook

minha Fun Page Gabi-Dias

🔘Siga no Instagram oficial @mgabibdias

#candidatamusadoflamengo2016
#candidatamusadobrasileirão2016

www.musadastorcidas.com/gabi-dias
Clique aqui e vote em Maria Gabriela Dias - Musa do Brasileirão

Ana Claudia - Uma Deusa de Ébano.

Meu nome é Ana Claudia, tenho 48 anos . 
Mãe e pai de 2 lindas filhas,
Moradora da Tijuca
Sou cabeleireira autônoma afro,
Comecei a frequentar Acadêmia depois dos meus 45 anos.

Ao alcance de melhor forma fisica, busca qualidade de vida,
Não posso pensar em sonhar, ma tem um sonho na verdade.
Ainda espera encontrar minha outra metade da laranja,

Sonha com um Príncipe encantado, esse sim quero encontrar.
Uma mulher de bom coração que 
Sonha em ver o mundo  com menos desigualdade social.

Meu Facebook Aninha Hair

E Vida Não Para!!!